Ser pai ser mae parentalidade

Você está a ver coisas de bebé , recém-nascidos e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa ser pai ser mae parentalidade. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos.  

É preciso deixar alguns objectos à disposição dele?

Ser pai ser mae parentalidade

É conveniente deixar ao alcance do bebé alguns objectos que, em princípio, não devem ser manipulados por ele desde que, obviamente, não ofereçam nenhum risco. É o caso do aparelho de som e da televisão. A partir dos sete ou oito meses, o bebé já pode intender o significado de um não, embora não tenha ainda capacidade para interiorizar a proibição e para respeitá-la. É por isso que os pais vão ter de reforçar esses limites quase diariamente, no fim do primeiro ano de vida e ao longo do segundo. O importante é ser firme e coerente: se a criança não pode mexer num objecto, não pode nunca.

  Leia mais...

Quando substituir o berço pela cama?

Ser pai ser mae parentalidade

Essa mudança é um marco importante no desenvolvimento infantil. A ausência de grades representa a possibilidade de entrar e sair da cama quando quiser, sem ter de esperar que alguém vá buscá-la. Mas não faça isso por ocasião da chegada do irmão. Geralmente, o novo bebé é visto pela criança como alguém que lhe rouba o pai, a mãe e os objectos importantes. Fora dessas circunstâncias especiais, a maioria das crianças recebe a cama com bastante entusiasmo.

Leia mais...

Dizer “não” com muita frequência é prejudicial?

Ser pai ser mae parentalidade

Sim, por várias razões. Primeiro, porque, ao ser repetida demais, a palavra desgasta-se e perde a força de uma verdadeira proibição. Em segundo lugar, porque os "não" em excesso acabam por ser devolvidos pela criança nas ocasiões mais despropositadas. Depois, porque tantos "não" podem reprimi-la tirar-lhe a iniciativa, inibir as suas acções. E, deste modo, ela perde a oportunidade de explorar, descobrir e aprender mais coisas sobre o mundo.

Leia mais...

Os pais devem interferir na escolha das brincadeiras?

Isso é desaconselhável. Quando a criança troca um brinquedo ou um jogo por outro, está a ser conduzida por motivações internas muito fortes e significativas. Da mesma forma, os pais não devem reduzir o universo das brincadeiras alegando que "os meninos não brincam com bonecas" ou que" as armas induzem à violência". Mesmo porque os revólveres de brincar não estimulam atitudes agressivas em crianças que se sintam amadas. Todas essas experiências colaboram para desenvolver a afectividade infantil.

Leia mais...

Pode dizer-se que Deus está a vigiar a criança?

É melhor evitar frases do tipo "não faças isso porque Deus castiga". A criança não sabe a diferença entre pequenas traquinices, como entornar leite na mesa, e erros que os adultos lhe dizem ser muito graves. Vai sentir medo e viver infeliz, à espera de um castigo duro e é difícil imaginar o que tal tipo de problema vai provocar no seu comportamento.

Leia mais...
Ser pai ser mae parentalidade | Guia da Mae