Pesquisou por: Pessoas com dois orgaos

Você está a ver coisas de bebé , alimentação e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa pessoas com dois orgaos. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


A demora em andar tem causas físicas?

Pessoas com dois orgaos

Às vezes, sim. Alguns bebés nascem com um problema nas ancas, a chamada luxação congénita, que ocorre quando o osso da coxa não encaixa bem no da bacia. Isso pode ser constatado ao examinar o recém-nascido: uma das pernas pode ser mais curta e a anca mais saliente de um dos lados. A luxação da anca deve ser detectada e tratada o mais rapidamente possível. De contrário, a criança pode demorar a andar ou caminhar balançando-se, desajeitada.

Leia mais...

A criança pode andar sem ter gatinhado?

Pessoas com dois orgaos

Sim. Algumas não têm muita paciência para tentar coordenar braços e pernas e preferem começar logo a subir aos móveis. Aprendem a dar os primeiros passinhos apoiando-se a móveis e paredes. No entanto, existem casos de bebes que não gatinham por falta de oportunidade. Por receio de que o bebe se suje ou apanhe alguma doença, os pais evitam que ele se arraste pelo chão. Nesses casos, a criança pode mesmo ficar com uma deficiência no desenvolvimento: demonstrar falta de equilíbrio ou ir frequentemente contra os móveis, por não conseguir calcular bem as distâncias.

Leia mais...

Como evitar as quedas?

 As quedas são inevitáveis, por mais cuidados que os pais tomem. A criança está a gatinhar bem, de repente desequilibrase e bate com a testa no chão; tenta passar de um móvel para o outro, mas calcula mal a distância e cai. Não e possível vigiá-la constantemente. Mesmo porque, se um adulto a segurar sempre e tolher demasiado os seus movimentos, a criança pode perder a oportunidade de aprender a equilibrar-se. As quedas são importantes ate por isso para a criança perceber a diferença entre equilíbrio e desequilíbrio.

Leia mais...

Há meios de ajudá-lo a diferenciar os sons?

Uma boa forma de treinar os ouvidos do bebé é produzir sons com objectos diversos, a partir de locais variados: de perto, de longe, de cima, de baixo, da esquerda, da direita. Chocalhos, molhos de chaves, colheres batendo uma na outra...Muita coisa pode ser improvisada e deixada ao alcance do bebé para que ele próprio produza sons diversificados.

Leia mais...

Ele distingue sons graves e agudos?

Sim. Sons estridentes, barulhos súbitos e intensos fazem o bebé reagir negativamente. Os sons suaves tranquilizam-no e dão-lhe prazer. O que já foi comprovado em laboratório é que a voz materna é o som mais agradável, que proporciona mais segurança e prazer ao bebe. Por isso, e importante que a mãe converse com ele, para acalmá-lo.

Leia mais...
Pessoas com dois orgaos | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.