Pessoa com os dois orgsm genitais

Você está a ver informação sobre crianças , informação sobre crianças e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa pessoa com os dois orgsm genitais. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos.  

Quando é que a criança descobre os órgãos genitais?

Pessoa com os dois orgsm genitais

Ao longo do segundo ano de vida, ela fica intrigada com os "misteriosos buraquinhos" por onde saem o cocó e o chichi. Começa a explorar esses orifícios e, aos poucos, descobre as sensações agradáveis do toque nesses órgãos. No terceiro ano, a masturbação infantil torna-se mais frequente, através da manipulação directa dos órgãos genitais e também pelo roçar em móveis, almofadas, objectos e pessoas (no caso das meninas). Os especialistas afirmam que as crianças desta idade não têm fantasias eróticas. Simplesmente descobrem que tocar no seu corpo pode ser muito agradável.

Leia mais...

As crianças devem ir aos funerais?

Pessoa com os dois orgsm genitais

Depende da idade, da pessoa que morreu, do funeral e da vontade da criança. As mais pequenas, até aos seis ou sete anos, não devem ser expostas. Contudo, quando se trata de um parente muito próximo, o melhor e levá-las ao funeral para evitar fantasias de volta e falsas expectativas de que a pessoa não tenha morrido.

Leia mais...

Como é que a criança percebe as diferenças entre os sexos?

Enquanto não percebe as diferenças genitais em relação ao outro, ela não consegue compreender a distinção entre menino e menina, porque não tem um conceito claro de masculinidade e feminilidade. No entanto, antes disso, os meninos e as meninas já apresentam comportamentos diferenciados por causa dos próprios adultos, que os tratam de maneira distinta e oferecem-lhe brinquedos diferentes conforme o sexo.

Leia mais...

As crianças são sempre egoístas?

Tanto como os adultos, apenas manifestam esse egoísmo de outra maneira, bem própria do seu estágio de evolução mental e psicológica e da sua vida concreta (que é bem diferente). É um modo mais directo, radical, sem negociações. Os psicólogos usam a expressão "sentimento de posse" para designar a reacção da criança quando um coleguinha mostra interesse por algum dos seus brinquedos: ela resolve querer imediatamente aquele e pode fazer uma cena enorme, gritando “é meu”. Esse sentimento surge por volta dos dois anos, quando a criança começa a ter consciência de si como uma pessoa independente da mãe.

Leia mais...
Pessoa com os dois orgsm genitais | Guia da Mae