Pesquisou por: O animal indeciso

Você está a ver artigos sobre gravidez , coisas de bebé e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa o animal indeciso. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


O animal pode ser uma boa compensação ou prémio?

O animal indeciso

ont-size: 1rem;">É um erro dar um animal para compensar alguma perda que a criança tenha sofrido: a substituiçãoo é perfeita e ela pode ficar com uma noção errada de valores. Pode mesmo relacionar-se com o animal de uma forma errada, vendo nela apenas um substituto daquilo que perdeu. Também não se deve dar à criança um animal em troca da promessa de alguma mudança de comportamento. A qualquer momento, ela pode achar que o sacrifícioo vale a pena e passar a relacionar-se mal com o animal. O melhor é dar o animal à criança se ela tiver mostrado interesse em tê-lo.

Leia mais...

Como preparar a criança para conviver com o animal?

O animal indeciso

ont-size: 1rem;">Ela precisa de ser informada sobre os seus hábitos e costumes, aprender a lidar com ele. Os médicos recomendam também: não permitir que o animal durma na cama da criança; ensiná-la a não levar as mãos aos olhos ou à boca quando for lambida ou quando estiver a brincar com o animal; não ficar muito tempo com o animal ao colo, junto ao nariz ou à boca; não intervir em lutas de animais.

Leia mais...

A criança aprende com o animal?

O animal indeciso

ont-size: 1rem;">A convivência com um animal de estimação habitua a criança a respeitar os outros seres vivos. Ela verá que aquele seu amigo nem sempre reage bem ao que ela faz e isso é uma boa aprendizagem. Além de experimentar amizade, companheirismo e solidariedade, a criança tem a possibilidade de acompanhar de perto o ciclo natural da vida: crescimento, acasalamento, nascimento dos filhos, envelhecimento e morte.

Leia mais...

Quem mora num apartamento pode ter um animal?

ont-size: 1rem;">Embora sem o espaço e a facilidade de uma casa térrea, é possível que as crianças aprendam a conviver com os animais num apartamento, especialmente passarinhos e cachorros. É importante que a raça escolhida seja a mais adequada, cães de tamanho pequeno e temperamento adequado para uma vida fisicamente mais "modesta". Não adianta uma criança que vive num apartamento sonhar com um cão polícia, ou mesmo com um cocker spaniel, por exemplo, raças que precisam de muito espaço para se desenvolverem adequadamente. O ideal é que um veterinário seja ouvido e que, na altura de comprar o animal, sejam obtidas na loja todas as informações sobre as características e o trabalho que ele irá dar em casa, além da alimentação e higiene.

Leia mais...

Qual o melhor animal para a criança?

ont-size: 1rem;">A grande maioria das crianças gosta, de facto, de ter um cachorro mas tanto os gatos como os passarinhos, os hamsters e os coelhinhos podem, dependendo do lugar onde se vive, ser companheiros perfeitos. É importante que se conheça a origem do animal, e o ideal é que algum veterinário ajude a escolher ou esteja sempre disponível para orientar.

Leia mais...

Como enfrentar a morte do animal de estimação?

ont-size: 1rem;">Para a criança, do ponto de vista afectivo, não há diferença entre pessoas e animais. A morte de um animal de estimação pode perturbá-la tanto como a morte de um familiar. É preciso respeitar esse sentimento: não se deve deitar o passarinho ou o cachorrinho morto no caixote do lixo e sair para comprar outro. Isso é uma agressão aos sentimentos da criança, além de lhe transmitir a falsa ideia de que os mortos não valem nada e podem ser facilmente substituídos.

Leia mais...
O animal indeciso | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.