Pesquisou por: Mulher com dois genitais

Você está a ver informação sobre crianças , informação para grávidas e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa mulher com dois genitais. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


Como lidar com essas manias?

Mulher com dois genitais

Se não tentarmos combater o hábito de chupar no dedo e o apego ao cobertor antes de tempo e conseguirmos esperar, pacientemente, a criança acabará por substituir esses prazeres por outros mais próprios da idade. O importante é saber que tais atitudes são agradáveis e necessárias para ela. Forçá-la a parar significa obrigá-la a entrar em conflito consigo própria ou connosco. As duas hipóteses prejudicam a criança e o seu relacionamento com os pais.

Leia mais...

Quando aprende a subir e descer escadas?

Mulher com dois genitais

Por volta dos dois anos. Nesta idade, as suas pernas já estão mais compridas (em comparação com o resto do corpo) do que quando ele nasceu. Muito ágil, sabe saltar no mesmo sítio, aprende a pedalar um triciclo, sobe e desce escadas sozinho, colocando os dois pés em cada degrau. Pode baixar-se para apanhar um objecto do chão sem cair. Já consegue segurar o lápis com os dedos (já não com a mão fechada) e é capaz de girar a maçaneta da porta.

Leia mais...

Os bebés gatinham todos da mesma maneira?

Cada criança desenvolve uma técnica própria. Umas começam a deslizar para trás. Outras avançam com as duas mãos e depois os dois joelhos, mas com as plantas dos pés apoiadas. Por fim, não são raras as que arrastam o joelho de uma perna e o pé da outra e existem aquelas que ficam sentadas e dão pequenos saltos com as pernas e com o rabinho. Tudo isso é normal.

Leia mais...

E se ela insistir em brincar com algo perigoso?

A título de precaução, é melhor retirar do alcance dela os objectos desse tipo. Dizer "isso não e um brinquedo" não faz sentido para a criança. Para ela, tudo é brinquedo e a própria vida é uma grande brincadeira. Se brinca muito, isso significa que é uma criança trabalhadora, que está empenhada na tarefa de entender o mundo. Quanto mais brinca, mais se desenvolve e integra.

Leia mais...

Dizer “não” com muita frequência é prejudicial?

Sim, por várias razões. Primeiro, porque, ao ser repetida demais, a palavra desgasta-se e perde a força de uma verdadeira proibição. Em segundo lugar, porque os "não" em excesso acabam por ser devolvidos pela criança nas ocasiões mais despropositadas. Depois, porque tantos "não" podem reprimi-la tirar-lhe a iniciativa, inibir as suas acções. E, deste modo, ela perde a oportunidade de explorar, descobrir e aprender mais coisas sobre o mundo.

Leia mais...
Mulher com dois genitais | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.