Feridas embaixo do braco

Você está a ver informação para grávidas , informação para grávidas e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa feridas embaixo do braco. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos.  

A sarna também se transmite com facilidade?

Feridas embaixo do braco

Esse outro parasita que incomoda as crianças instala-se na pele, sobretudo em áreas quentes, como as axilas, tronco e abdómen, região pública, nádegas e espaços entre os dedos, provocando uma comichão terrível. O local fica cheio de pontinhos vermelhos, que se tornam feridas e que podem infectar.

Leia mais...

O que fazer para acabar com a sarna?

Feridas embaixo do braco

O remédio pode ser o mesmo dos piolhos. Passe-o pelo corpo todo, durante três ou quatro dias, depois do banho, e deixe-o secar. Troque e ferva diariamente toda a roupa, do corpo da cama, para impedir a proliferação do parasita. E mantenha o seu filho com as unhas curtas para evitar que as feridas infectem.

Leia mais...

Em casa, deve usar-se as axilas?

Feridas embaixo do braco

Sim, porque ao tirar-se a temperatura na boca de uma criança pequena, ela pode morder o termómetro e magoar-se-a menos que o aparelho seja de plástico. No caso das axilas, os únicos cuidados são verificar se não há suor sob o braço e certificar-se de que a ponta do termómetro que tem o mercúrio fique em contacto com a pele. A leitura deve ser feita após três minutos, nos termómetros convencionais, ou ao soar do bip, nos digitais.

Leia mais...

Dedo ou chucha?

Quem faz a escolha normalmente é o bebé. O dedo tem as suas vantagens: não custa nada, costuma ser mais limpo, não estraga nem corre o risco de se perder. Por outro lado, a chucha pode dar ao bebé uma oportunidade de interagir com uma pequena parte do seu meio. Especialmente quando começarem as quedas e as feridas, essa interacção positiva é uma boa maneira de o bebé aprender que o mundo e bom. A maioria dos pais prefere a chucha só porque é mais fácil, posteriormente, fazer a criança abandonar essa dependência.

Leia mais...

Como pode a mãe ajuda-lo?

Uma vez que ele se interessa particularmente pelo rosto dela, ao dar de mamar, no braço e sempre que possível, a mãe deve conversar face a face com o filho.

Mantenha a cara mais ou menos um palmo de distância, para que ele o veja com clareza. Se se chegar muito perto, ele verá dois rostos; afastando-se muito, ele apenas verá uma mancha.

De um modo geral, o contorno, o contraste e o movimento dos rostos das pessoas chamam a atenção do bebé

Leia mais...

Quando é que a criança descobre os órgãos genitais?

Ao longo do segundo ano de vida, ela fica intrigada com os "misteriosos buraquinhos" por onde saem o cocó e o chichi. Começa a explorar esses orifícios e, aos poucos, descobre as sensações agradáveis do toque nesses órgãos. No terceiro ano, a masturbação infantil torna-se mais frequente, através da manipulação directa dos órgãos genitais e também pelo roçar em móveis, almofadas, objectos e pessoas (no caso das meninas). Os especialistas afirmam que as crianças desta idade não têm fantasias eróticas. Simplesmente descobrem que tocar no seu corpo pode ser muito agradável.

Leia mais...
Feridas embaixo do braco | Guia da Mae