Pesquisou por: Criancas podem ir em velorios

Você está a ver artigos sobre gravidez , coisas de bebé e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa criancas podem ir em velorios. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


As crianças devem ir aos funerais?

Criancas podem ir em velorios

em;">Depende da idade, da pessoa que morreu, do funeral e da vontade da criança. As mais pequenas, até aos seis ou sete anos, não devem ser expostas. Contudo, quando se trata de um parente muito próximo, o melhor e levá-las ao funeral para evitar fantasias de volta e falsas expectativas de que a pessoa não tenha morrido.

Leia mais...

Com que idade a criança deixa de chuchar?

Criancas podem ir em velorios

em;">Cada criança tem o seu momento. Muitas param de chuchar no dedo espontaneamente, por volta do ano e  meio, quando passam a sentir menos prazer em chupar. Outras podem precisar de alguma ajuda para se livrarem desse hábito. Quanto à chucha, recomenda-se que o seu uso seja eliminado antes dos três anos. Algumas crianças perdem o interesse por ela logo no primeiro ano de vida. A partir de certa idade, os pais podem ajudá-la, restringindo o seu uso, oferecendo apenas nos momentos críticos do dia ou na hora de dormir.

Leia mais...

E quando contrariam a criança?

Criancas podem ir em velorios

em;">Os adultos podem ser fonte de medos, sem querer. As crianças pequenas acham que tudo aquilo em que pensam se transforma em realidade, isto é, que o seu pensamento é suficientemente forte para provocar acontecimentos. Embora amem os pais, quando são contrariadas ou punidas podem sentir tanta raiva deles que chegam a desejar que eles desapareçam. Depois, ficam nervosas e angustiadas, temendo que isso aconteça. Se, por coincidência, acontecer algo de mal a algum dos pais, a criança sofrerá uma tremenda culpa. Mas, mesmo que nada aconteça, a culpa por ter sentido raiva deles pode transformar-se num monstro horrível que a persegue durante os em;">sonhos.

Leia mais...

E se o hábito se tornar frequente?

em;">Quando a criança faz isso várias vezes ao dia, pode estar com algum problema: falta de opções para brincar ou ansiedade de mais. Em casos raros, e extremos, há crianças vítimas de abusos sexuais: adultos ou crianças mais velhas podem estar a estimular a sua sexualidade de forma indevida. A propósito alguns pais têm tanto medo de que os filhos sejam homossexuais que tratam de mostrar-lhes, desde tenra idade, fotos de mulheres nuas. Não há necessidade disso. A curiosidade pelo corpo dos outros aparece espontaneamente, aos poucos. Não deve ser estimulada precocemente, nem reprimida.

Leia mais...

Os pais devem apoiar as fantasias?

em;">Devem permitir que os filhos se expressem livremente através da criatividade. Afinal, as crianças que não fantasiam deixam de ser crianças. Mas, ao mesmo tempo, oferecer-lhes o máximo de informações sobre a realidade para ajudá-los a diferenciar a fantasia do real. Por essa razão, não devem reforçar as suas explicações fantasiosas, por exemplo, batendo na mesa e dizendo que ela é má ou fazendo ameaças com monstros e outras coisas que tanto angustiam as crianças, além de afastá-las, ainda mais, da realidade.

Leia mais...

Como saber que os dentes vão nascer?

em;">As gengivas ficam inchadas e irritadas. Quando o bebé mama, o sangue aflui para elas, o inchaço aumenta e as gengivas podem ficar magoadas. Outro sinal é o aumento significativo da salivação. O bebé pode descobrir que, esfregando as bochechas e as orelhas é possível obter algum alívio. Isso acontece porque os mesmos nervos que se ligam aos dentes ramificam-se na face. Por isso, os pais podem ficar na dúvida se o incómodo está nos dentes ou nos ouvidos.

Leia mais...
Criancas podem ir em velorios | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.