Pesquisou por: Como conviver com pessoas com tag

Você está a ver coisas de bebé , artigos sobre gravidez e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa como conviver com pessoas com tag. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


O bebé gosta de brincar com o próprio corpo?

Como conviver com pessoas com tag

Sim, e esta é uma das grandes brincadeiras dos pequenos: por volta dos três meses, descobrem as mãozinhas e divertem-se com elas. Pouco depois, os pezinhos. A etapa seguinte e brincar com as mãos e o rosto das pessoas (o nariz exerce uma atracção fantástica sobre ele). Quando se senta, pode ficar encantado com o próprio umbigo. Às vezes, o menino brinca com a pilinha e a menina com o clitóris e a vulva. Não há razões para preocupações: essa descoberta do corpo é natural e os interesses da criança depressa se voltam para outras coisas.

Leia mais...

Como lidar com essas manias?

Como conviver com pessoas com tag

Se não tentarmos combater o hábito de chupar no dedo e o apego ao cobertor antes de tempo e conseguirmos esperar, pacientemente, a criança acabará por substituir esses prazeres por outros mais próprios da idade. O importante é saber que tais atitudes são agradáveis e necessárias para ela. Forçá-la a parar significa obrigá-la a entrar em conflito consigo própria ou connosco. As duas hipóteses prejudicam a criança e o seu relacionamento com os pais.

Leia mais...

Como acabar com essas batalhas?

Como conviver com pessoas com tag

Ameaças, castigos, promessas, gracinhas, tudo serve para encobrir o problema, mas nada resolve. Até mesmo a inofensiva brincadeira do aviãozinho transmite à criança a ansiedade do adulto. O importante é garantir que a hora da refeição seja tranquila e respeitar o paladar infantil. Com isso, desaparecem as tensões e caras feias e redescobre-se o prazer de comer.

Leia mais...

Como é que elas superam esse problema?

A maioria das crianças supera essas sensações e desenvolve sentimentos de orgulho e prazer pelo facto de serem meninos ou meninas. Percebem que há duas espécies de corpos. Por fim, entendem que os meninos crescerão como homens e as meninas como mulheres. A maior influência nesse processo de aceitação do seu próprio sexo, parte da mãe, com quem os filhos convivem mais intimamente durante essa fase, e com quem estão a maior parte do tempo.

Leia mais...
Como conviver com pessoas com tag | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.