Pesquisou por: Comeu o cu da filha a forca

Você está a ver informação sobre crianças , artigos sobre gravidez e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa comeu o cu da filha a forca. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


Como fazer respeitar os limites?

Comeu o cu da filha a forca

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Eis um grande desafio. A primeira medida é explicar claramente quais são as regras. A criaa precisa de saber o que esperam dela e quais os seus limites. Por exemplo, se a sua filha espalhou papel higiénico pela sala, não adianta dizer "És uma menina má. Não faças isso". Em vez disso, mostre-lhe o que ela fez de errado e qual seria o comportamento esperado. Explique-lhe, que o papel higiénico na sala cria uma grande confusão, e que o seu lugar é na casa-de-banho.an>

Leia mais...

Por que é difícil lidar com este assunto?

Comeu o cu da filha a forca

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Há pais muito ansiosos em identificar os filhos como meninos e as filhas como meninas, por puro preconceito e inseguraa. Segundo essa cartilha, os meninos devem mostrar-se agressivos e "mais inteligentes" As meninas, dóceis e bem comportadas. Mais tarde, isso pode impedir o filho de ser delicado e induzir a filha a ser submissa.an>

Leia mais...

Por que é que os pais ficam constrangidos?

Comeu o cu da filha a forca

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; text-align: justify; font-size: 1rem;">Os próprios adultos nem sempre abordam assuntos sexuais com naturalidade. Por isso, quando uma criaa pergunta, não sabem como responder, têm pouca informação e muita ansiedade. Mas o esfoo de responder vale a pena. Lembre-se que o seu filho ou filha poderão ser muito prejudicados se aprenderem sobre sexo com outras pessoas.an>

Leia mais...

Dizer “não” com muita frequência é prejudicial?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Sim, por várias razões. Primeiro, porque, ao ser repetida demais, a palavra desgasta-se e perde a foa de uma verdadeira proibição. Em segundo lugar, porque os "não" em excesso acabam por ser devolvidos pela criaa nas ocasiões mais despropositadas. Depois, porque tantos "não" podem reprimi-la tirar-lhe a iniciativa, inibir as suas acções. E, deste modo, ela perde a oportunidade de explorar, descobrir e aprender mais coisas sobre o mundo.an>

Leia mais...

Como ajudar a criaa a dominar-se?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Com paciência e amor, repetindo as lições inúmeras vezes, até que a criaa seja capaz de absorvê-las e, se possível, explicando as razões da proibição. Assim, aos poucos, vai-se disciplinando a foa dos desejos infantis. Por volta dos dois anos a criaa já está em condições de assimilar alguns códigos conduta. Então, os pais podem dar início às primeiras negociações; "Não podes fazer isto, mas podes fazer aquilo”.an>

Leia mais...

Como é que a criaa de três anos vê as outras pessoas?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; text-align: justify; font-size: 1rem;">Ela costuma achar que as pessoas existem para a servir. Se tira o brinquedo a outra, ao pode devolver para agradar ao adulto, mas não entende o motivo por que tem de fazê-lo. A foa dos seus desejos impede que reconheça os direito dos outros. Demasiado absorvida em si mesma, na descoberta dos seus talentos, do seu corpo, das coisas que acontecem à sua volta, não consegue ocupar-se com mais ninguém.an>

Leia mais...
Comeu o cu da filha a forca | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.