Comendo a filha brincando

Você está a ver coisas de bebé , alimentação e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa comendo a filha brincando. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos.  

Por que é que os pais ficam constrangidos?

Comendo a filha brincando

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; text-align: justify; font-size: 1rem;">Os próprios adultos nem sempre abordam assuntos sexuais com naturalidade. Por isso, quando uma criaa pergunta, não sabem como responder, têm pouca informação e muita ansiedade. Mas o esforço de responder vale a pena. Lembre-se que o seu filho ou filha poderão ser muito prejudicados se aprenderem sobre sexo com outras pessoas.an>

Leia mais...

Por que é difícil lidar com este assunto?

Comendo a filha brincando

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Há pais muito ansiosos em identificar os filhos como meninos e as filhas como meninas, por puro preconceito e inseguraa. Segundo essa cartilha, os meninos devem mostrar-se agressivos e "mais inteligentes" As meninas, dóceis e bem comportadas. Mais tarde, isso pode impedir o filho de ser delicado e induzir a filha a ser submissa.an>

Leia mais...

Como fazer respeitar os limites?

Comendo a filha brincando

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Eis um grande desafio. A primeira medida é explicar claramente quais são as regras. A criaa precisa de saber o que esperam dela e quais os seus limites. Por exemplo, se a sua filha espalhou papel higiénico pela sala, não adianta dizer "És uma menina má. Não faças isso". Em vez disso, mostre-lhe o que ela fez de errado e qual seria o comportamento esperado. Explique-lhe, que o papel higiénico na sala cria uma grande confusão, e que o seu lugar é na casa-de-banho.an>

Leia mais...

A agressividade é vulgar nas brincadeiras?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Muito, tanto em relação aos brinquedos como entre as próprias criaas. É que, brincando, elas põem cá fora as suas angústias, medos, dúvidas, raiva. Desde que não magoem ninguém, devemos apenas observar essas manifestações, que fazem parte do desenvolvimento da criaa.an>

Leia mais...

A educação familiar tem influência?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Sim, tem um peso decisivo. Como o homem não é educado para ser pai (da mesma forma que a menina é educada para ser mãe, brincando com bonecas desde cedo), acaba por ter dificuldade em assumir esse papel. Outro empecilho que pode existir é os jovens não terem tido um bom modelo de pai pois a ausência dos homens nas tarefas domésticas ainda é um fenómeno muito vulgar.an>

align: justify;">

Leia mais...

E se o menino quiser brincar com bonecas?

align: justify;">an style="line-height: 1.714285714; font-size: 1rem;">Não há razão para ficar horrorizada ou com quem medo de que fique "maricas". Se os meninos pequenos brincassem mais com bonecas talvez ficassem mais aptos a participar na vida familiar e nos cuidados com os filhos, no futuro. As meninas, por sua vez, brincando com bolas e com carrinhos, poderiam adquirir mais iniciativa para batalhar, mais tarde, por uma carreira profissional. Cuidar dos filhos e trabalhar não são tarefas femininas ou masculinas, mas tarefas de pessoas adultas. Quem sabe se, assim, os pais não estariam a dar a an>sua contribuição para uma sociedade mais igualitária?

align: justify;">

Leia mais...
Comendo a filha brincando | Guia da Mae