Pesquisou por: Brinquedo com g

Você está a ver informação para grávidas , artigos sobre gravidez e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa brinquedo com g. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


O que mais pode ajudar?

Brinquedo com g

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Ver os pais ou crianças maiores a usar a sanita é um óptimo incentivo: a criança encarará esse acto como um sinal de crescimento. Nesta fase, as calças confortáveis com elástico na cintura são preferíveis aos modelos com fecho éclair, uma vez que podem ser facilmente despidas, até pela própria criança.

Leia mais...

Por que escolhe essa palavra?

Brinquedo com g

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">É simples: basta os pais pensarem no que mais dizem ao filho quando ele começa a mexer em tudo o que encontra pela frente. Tanto assim é que um bebé de oito meses já consegue captar o sentido da palavra "não". Passa, inclusivamente, a brincar com isso, repetindo ele próprio o "não" e fazendo com a cabeça o movimento correspondente.

Leia mais...

É por isso que começa a inventar?

Brinquedo com g

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">A criança não pode ficar sem entender as coisas que acontecem com ela ou à sua volta. Então, cria uma explicação satisfatória, mesmo sendo fantasiosa. Isso é próprio do ser humano. O homem primitivo, por exemplo, inventava explicações mágicas para fenómenos da natureza como o trovão ou o relâmpago. Com frequência, as explicações científicas para esses factos são tão complicadas para o entendimento da criança que ela trata de inventar uma mais fácil: "o trovão aparece quando Deus resolve mudar os móveis lá do céu".

Leia mais...

Há truques para ensina-la a falar bem?

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Conversando bastante com ela, desde o tempo de bebé. Mas falando correctamente, porque se falarmos sempre bem ela própria tratará de se corrigir, acrescentando às palavras os fonemas que faltavam e utilizando as formas gramaticais mais adequadas. Importante também é estimulá-la, demonstrando entusiasmo com os seus pequenos, progressos de vocabulário.

Leia mais...

Qual a melhor maneira de responder?

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Falando com clareza, usando expressões ou situações que ela já consiga entender. Se não tiver uma explicação imediata, não há mal nenhum em prometer uma resposta para depois, ou mesmo dizer "não sei", quando realmente não souber. É sempre melhor dar uma boa resposta mais tarde do que baralhar a cabecinha da criança. As respostas claras e seguras permitem-lhe desenvolver o raciocínio e a inteligência. Dizer simplesmente "porque é", "porque sim", mandá-la calar a boca ou reclamar por ter um filho tão perguntador não são as melhores maneiras de lidar com a curiosidade natural que o mundo desperta na criança. Ele pôde até acabar por desinteressar-se de entender as coisas - e pagará o preço por isso, mais tarde, na vida escolar.

Leia mais...

Quando começam a ter significado?

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Ao notar a reacção que esse som provoca, o bebé tenta repeti-lo. Ele diz "mamã" e a mãe aparece. Então, para ele, esta passa a ser uma palavra mágica. Com o tempo, acaba por entender que os sons têm a ver com as coisas que deseja. Emite um som e recebe água. Outro e dão-lhe leite. E assim vai aprendendo a falar.

Leia mais...
Brinquedo com g | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.