Pesquisou por: Brinquedo com g

Você está a ver coisas de bebé , informação para grávidas e/ou outros artigos e informações relacionadas com a sua pesquisa brinquedo com g. Encontre as melhores dicas para ajudar no desenvolvimento da sua gravidez e crescimento dos seus filhos. fudeu a mãe quando o pai foi trabalhar, comeno a filha na fremte da mãe, pai comedo a filinha e sua mãe.  


Como pode a mãe ajuda-lo?

Brinquedo com g

gn: justify;">Uma vez que ele se interessa particularmente pelo rosto dela, ao dar de mamar, no braço e sempre que possível, a mãe deve conversar face a face com o filho.

gn: justify;">Mantenha a cara mais ou menos um palmo de distância, para que ele o veja com clareza. Se se chegar muito perto, ele verá dois rostos; afastando-se muito, ele apenas verá uma mancha.

gn: justify;">De um modo geral, o contorno, o contraste e o movimento dos rostos das pessoas chamam a atenção do bebé

Leia mais...

Que mais podem os pais fazer?

Brinquedo com g

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Dar colo ao bebé. Na hora de passear, carregue-o virado para o mundo, não com o rosto escondido. No berço, mude-o de posição de vez em quando. E bom colocá-lo de bruços. Assim, ele exercita a musculação do pescoço para apoiar a cabeça e começa a "nadar", empurrando o peito e a cabeça com os braços, numa primeira tentativa de gatinhar.

Leia mais...

Febre alta é sinal de doença grave?

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Os pais não precisam de assustar-se: a intensidade da febre não tem muito a ver com a gravidade da doença. Uma simples infecção na garganta pode provocar um grande aumento de temperatura, enquanto uma desidratação séria muitas vezes se desenvolve com febre baixa ou até sem febre. O mais importante é verificar se a febre (mesmo baixa) persiste vários dias e ficar atenta aos sintomas que a acompanham.

Leia mais...

O tratamento é idêntico?

gn: justify;">ght: 1.714285714; font-size: 1rem;">Não. As bactérias devem ser combatidas com antibióticos. Já os vírus não costumam ser tratados com medicamentos, pois esses nem sempre são eficazes. É o próprio sistema de defesa da pessoa que se encarrega de eliminar o invasor. Os remédios, nesse caso, servem apenas para aliviar os sintomas. Um exemplo são os descongestionantes nasais. Por esse motivo, o uso de remédios sem orientação médica deve ser evitado: corre-se o risco de ingerir drogas fortes e inadequadas.

  Leia mais...
Brinquedo com g | Guia da Mãe | Informações sobre a gravidez e o seu bebé.