Guia da Mãe: De 3 a 6 anos

Podemos ajudá-la nessas experiências?

Aos quatro ou cinco anos, a criança adora contar detalhadamente todas as suas experiências. Conversando com ela, podemos aproveitar a sua percepção das semelhanças e diferenças entre as pessoas para a ajudar a compreender-se a si mesma e aos outros. Por exemplo, perguntando-lhe como é cada uma das crianças do grupo, de quem é que […]

Ler mais...

As tarefas doarias devem ser obrigação?

Para os filhos pequenos, não. Portanto, não critique os seus erros nem exiga deles um trabalho perfeito. Compreenda que é aos poucos que eles se preparam para o mundo adulto. Se forem apoiados e virem a sua capacidade reconhecida, a sua participação será cada vez maior e dar-lhes-á prazer. Realizar uma tarefa domestica é, às […]

Ler mais...

Como saber se a criança se está a desenvolver bem?

Por volta dos seis anos, a coordenação das mãos com os olhos deverá estar bem desenvolvida, a ponto de permitir que a criança execute movimentos cada vez mais subtis e complicados: ela apanha bolas rapidamente e com firmeza, foca melhor os olhos, presta mais atenção, gosta muito de desenhar e pintar, demonstra vontade de ler […]

Ler mais...

De que modo?

Primeiro, o acesso à televisão não deve ser livre. Os pais devem controlar os horários em que os filhos podem ver os programas e devem também controlar o tipo de programas que eles vêem, na perspectiva dos assuntos, da linguagem, do modo de abordar temas mais problemáticos, como violência e sexo. O ideal é ver […]

Ler mais...

Como é que os pais reagem à independência dos filhos?

Os pais têm sentimentos duplos: querem que os filhos conquistem logo a independência, mas cada movimento nessa direcção deixa-os tristes porque percebem que vão sendo cada vez menos necessários. Na verdade, a criança ainda continua a precisar muito deles, mas de uma forma diferente.

Ler mais...

O animal pode ser uma boa compensação ou prémio?

É um erro dar um animal para compensar alguma perda que a criança tenha sofrido: a substituição não é perfeita e ela pode ficar com uma noção errada de valores. Pode mesmo relacionar-se com o animal de uma forma errada, vendo nela apenas um substituto daquilo que perdeu. Também não se deve dar à criança […]

Ler mais...
De 3 a 6 anos | Guia da Mae